Tocorimé

Tocorimé no ISS – Bem vindo de volta à terra Chris Hadfield
  • maio 16, 2013
Reflexão!
  • abril 25, 2013

"Darwin falou que de longe o evento mais importante de sua vida foi a viagem a bordo do Beagle. Eu posso dizer que de longe essa "viagem" a bordo do Tocorimé está sendo o evento mais importante na minha vida. Construindo e realizando sonhos. E este, é apenas o início de uma história repleta de descobertas e alegrias." Grazielle Giacomo - Coordenadora Educativa da exposição "Darwin no Tocorimé"

Leia mais
Depoimento de Daniela Morato Faria, Educadora da exposição “Darwin no Tocorimé”
  • março 27, 2013

Hoje dia 19 de março de 2013 será um dia de reencontro com Tocorimé pela primeira vez em Paraty – RJ. Acordamos na casa da Wil, que me cedeu sua casa para hospedagem a primeira vez nessa cidade. Sua casa era aconchegante, familiar aonde me senti honrada pela sua hospitalidade em meio aos seus, junto da Grazi e da sua irmã a Gabi, sendo prazeroso encontrá-las novamente. O Markus nos deu uma carona, a mim e a Grazi até o Cais, fiquei alegre

Leia mais
Depoimento de Nikollas Borges – Marinheiro do Tocorimé Pamatojari
  • março 16, 2013

Olá meu nome é Nikollas Borges Barbosa. Sou tripulante da embarcação Tocorimé Pamatojari, o maior navio a vela de madeira construído no Brasil. Que está com uma exposição super interessante sobre Charles Darwin, e a evolução das espécies. Contando um pouco da história e dos feitos desse grande desbravador que foi Darwin. Bem, nossos dias aqui a bordo são bem corridos, com muitas atividades que inclui oficinas de nós, entre outras bem

Leia mais
Depoimento de Thaiana Rosa – Educadora da exposição “Darwin no Tocorimé”
  • março 15, 2013

Olá! Hoje vou começar a relatar a incrível e surpreendente experiência que estou tendo à bordo do maior Navio veleiro construído de madeira do Brasil, o Tocorimé Pamatojari. Já tinha tido a oportunidade de estudar sobre a vida e a obra de Charles Darwin, porém, em nenhum momento aprendi tão dinamicamente como estou aprendendo a bordo do Tocorimé. Lá é possível mergulhar para o mundo do final do séc. XIX, e assim aprendemos como eram

Leia mais
  • Página :
  • 1
  • 2